terça-feira, 16 de novembro de 2010

O Assobiador

Então, eu estava lendo um livro, que nele citava um outro livro e o seu enredo.
O livro 'dentro do outro livro', era "O ASSOBIADOR", um livro de suspense, com uma pitada de terror.
A história desse livro, era de um assassino que assobiava quando estava sozinho ou depois de matar alguém.

Olha um trechinho* dele:

• OS ÚLTIMOS RESTOS DE • 
 O ASSOBIADOR

...O ar vienense embaçava as janelas do trem naquela
manhã e, enquanto as pessoas seguiam distraídas para
o trabalho, um assassino assobiava sua alegre melodia.
Comprou o bilhete. Houve trocas educadas de cumprimentos com
outros passageiros e com o condutor. Ele até ofereceu 
seu lugar a uma senhora idosa, e conversou polidamente
com um jogador que lhe falou de cavalos norte-americanos. Afinal,
o assobiador adorava conversar.
Conversava com as pessoas e as iludia, fazendo-as gostar
dele, confiar nele. Conversava com elas ao matá-las, enquanto as
torturava e girava a faca. Só quando não havia ninguém
com quem falar é que ele assobiava, razão por que o fazia
depois dos assassinatos...
- Então, o senhor acha que a pista será boa
para o número sete, é?
- É claro - sorriu o jogador. A confiança já se fizera presente.
- Ele virá de trás e vai acabar com eles! - gritou, por cima
do barulho do trem.
- Se o senhor insiste...
- O assobiador deu um risinho de mofa
e pensou durante muito tempo em quando encontrariam
o corpo do inspetor, naquele BMW novo em folha.


  Bõ, depois que li esse trecho, e de como era a história, na hora me lembrou do meu vizinho. 
Meu vizinho é um velhinho fofinho, bonzinho e simpático. Porém, ele tinha essa mania de assobiar. Até aí tudo bem, isso é normal. Mas depois que soube da história do assobiador, não sei não.
  É porque, assim, ele tem uma garagem, que parece um porão de tão escuro, têm umas duas janelinhas que dá direto pro meu quintal. Então, involuntariamente, dá pra escutar o que se passa por lá, quer dizer não dá pra escutar. Dá pra perceber que ele vive nessa garagem, fazendo não sei o que. Em boa parte do tempo é um silêncio lá, mas têm momentos que ele assobia uma músiquinha, que eu nunca soube do que seja. E sempre faz algum tipo de obra na casa e na garagem, porque ouço as vezes o barulho de martelo.
  Eu acho que é obra o motivo do barulho, torço para que seja isso e não o que eu penso agora. Mas vou falar o que penso: acho que ele mata as vítimas com marteladas e depois assobia como 'O Assobiador'...
  Enfim, claro que isso é imaginação minha. Fiquei impressionada com a história do 'livro dentro do livro', eu sei que é só coisa da minha cabeça fértil. Tomara!
  Medo? Se eu fiquei com medo ou estou com medo? 'MAGINA' Não sou mas criança.. eu hein...
mas qualquer coisa já sei os números de emergência decorados, como o da polícia por exemplo...
 HÁ





Entendeu alguma coisa? Não? Mais tarde eu te explico! haha

Um comentário:

  1. Qual é o nome do autor? Onde encontro? e esse '' O Assobiador'' é o livro citado em '' A menina que roubava livros''? No aguardo! Bjs

    ResponderExcluir